Rolling Stone Country
Sertanejo » Polêmica

Gusttavo Lima desabafa sobre críticas sobre doação para local inexistente: 'Não precisam ajudar, mas não atrapalhem'

O cantor anunciou que a doação será destinada para famílias do complexo prisional de Aparecida de Goiânia

Redação Publicado em 16/04/2020, às 09h05

O cantor ainda não anunciou outra transmissão
O cantor ainda não anunciou outra transmissão - Foto: Reprodução/Instagram

As lives de Gusttavo Lima, além de entreter o público que está em quarentena, se tornaram alvo de críticas e polêmicas. Durante a última transmissão, no dia 11 de abril, o sertanejo anunciou uma doação de R$500 mil para famílias de um lixão de Aparecida de Goiânia, cidade no interior de Goiás, porém, a prefeitura da cidade afirmou que o lixão não existe mais. 

Nesta terça, 15, Gusttavoutilizou as redes sociais para comentar sobre a doação e para onde ela seria destinada. Segundo o artista, ele não se aprofundou muito na situação das pessoas e descobriu após a live que já existe um projeto social para essas família. 

+++Leia Mais: Gusttavo Lima rebate críticas sobre a bebedeira em lives: "Não atrapalhem quem está procurando ajudar os irmãos necessitados"

Gusttavoentão, anunciou que o dinheiro será doado para 700 famílias que vivem próximo ao  complexo prisional em Aparecida de Goiânia.  

“Nos próximos dias, carretas e carretas de alimento estarão chegando para essas pessoas! [...] Estamos prestando um grande serviço social, além de shows ao vivo, estamos arrecadando e fazendo doações para entidades e pessoas carentes que neste momento passam por extrema necessidade... Estamos dividindo nossa intimidade, mostrando ao público como é nossa vida fora dos palcos, compartilhando momentos únicos!”, escreveu. 

+++Leia Mais: Bruno & Marrone, Gusttavo Lima e Zé Neto & Cristiano: assista às melhores lives até agora

A live do marido de Andressa Suíta também recebeu uma notificação da Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) que abriu uma representação ética contra as ações publicitárias realizadas nas lives do cantor.

O processo foi aberto devido às denúncias feitas por consumidores sobre o uso de ações publicitárias da Ambev que não seguiram as normas do Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária para a publicidade de bebidas alcoólicas durante as duas transmissões ao vivo de Gusttavo Lima.

+++Leia Mais: Gusttavo Lima ganha mais de 600 mil seguidores em 24 horas e chega aos 30 milhões: 'Carrega sertanejo nas costas'

Pelas redes sociais, o Embaixador declarou que não irá fazer mais lives para ser censurado. Até o momento, não há confirmação se terá outra edição do "Buteco em Casa". 

O responsável pela propagação de lives e tornar uma meio de ajuda ao próximo foi Gusttavo Lima. Até a primeira edição do “Buteco em Casa”, as transmissões estavam sendo feitas pelas redes sociais, apenas com voz e violão e sem a arrecadação de doações. 

+++Leia Mais: Quem é você nas lives sertanejas: o sofredor, o beberrão, aquele que manda mensagem pra ex? [LISTA]

O Embaixador preparou um cenário, banda, equipamentos de filmagens, seguindo todas as recomendações da Organização Mundial de Saúde e mudou o conceito de live. As mais de 731 mil pessoas simultâneas que assistiam à live no YouTube foram a loucura durante o show de 5 horas de Gusttavo Lima, que arrecadou mais de 100 mil reais e 50 toneladas de alimentos e produtos hospitalares.

 

 

Siga a @RSCountryBR nas redes sociais e não perca nada do universo country e sertanejo.