Rolling Stone Country
Entrevistas » Lauana Prado

"'Livre' tem uma pluralidade musical muito grande", diz Lauana Prado sobre novo DVD

A cantora conversou com a Rolling Stone Country Brasil sobre a carreira e o novo trabalho

Isabelle Colina Publicado em 06/12/2019, às 15h00

A cantora está lançando o segundo projeto audiovisual da carreira
A cantora está lançando o segundo projeto audiovisual da carreira - Foto: Divulgação

Com as tatuagens e dreads, Lauana Prado não gosta de seguir padrões e quer marcar o sertanejo com a própria personalidade. “É um trunfo ser diferente. Hoje, pessoas me olham como única e não como uma louca”. Mesmo com as dificuldades que sofreu por fugir do tradicional, a cantora goiana conseguiu dar a volta por cima e hoje é um dos principais nomes do feminejo. 

O diferencial não surgiu apenas como uma jogada de marketing. Ouvinte assumida de ritmos como rock, reggae, mpb, entre outros, Lauana afirma que foi no sertanejo que encontrou a sua alma musical e como consegue tocar as pessoas em volta. 

+++Leia Mais: "A fama nunca foi uma ambição", diz Zé Neto & Cristiano sobre sucessos no sertanejo

“Sou muito plural musicalmente falando porque tive contato com muitos estilos e isso me fez uma pessoa que nunca se limitou. Isso influenciou diretamente a minha personalidade musical, artística e pessoal”, diz Lauana.

A cantora vive da música há 12 anos, embora só tenha lançado três álbuns. No início, enfrentou dificuldades de aceitação dos pais que acreditavam que Mayara, nome que ela usava no início da carreira, estava vivendo na vida boêmia. Por causa disso fizeram com que a filha cursasse publicidade e propagando para ter um diploma. 

+++Leia Mais: Depois de divulgar fake news para anunciar clipe, Felipe Araújo lança "Mentira"

E ela não desistiu. Foi vocalista de banda de baile, participou de programas como The Voice e venceu o concurso “Mulheres que Brilham”, no programa do Raul Gil. Mas tudo mudou depois que ela conheceu Fernando Zor. “Ele é um gênio, um super artista e um cara com uma sensibilidade musical muito grande”, disse. Atualmente, Zor é produtor musical e padrinho de carreira de Lauana

Em 2019, com a música “Cobaia”, maior sucesso da carreira, Lauana conquistou o título de música mais executada do ano no YouTube e a quarta e a quinta colocação nas plataformas de streaming Spotify e Deezer, com a música “Cobaia”.

+++Leia Mais: "Ouvi que sertanejo não é para gay", diz Gabeu, primeiro cantor de pocnejo

Como “boa geminiana”, assim a cantora se define, ela está sempre buscando se transformar e lança nesta sexta o segundo projeto audiovisual da carreira, o DVD Livre. Em entrevista exclusiva à Rolling Stone Country Brasil, ela afirmou que este é o seu projeto mais ousado até então.   

Cobaia

Lauana Prado ganhou notoriedade após o lançamento da música “Cobaia”. Lançada em julho de 2018, a canção contava com a participação de Maiara & Maraisa, mas por incompatibilidade de agendas, a dupla não pode comparecer na gravação do DVD ao vivo. “E isso acabou sendo ótimo para mim, porquê a música teve uma repercussão grandiosa que superou todas nossas expectativas.

+++Leia Mais: Jacques Vanier: conheça o humorista goiano que é queridinho dos cantores sertanejo

Atualmente, com mais de 330 milhões de visualizações no YouTube, “Cobaia” alcançou o primeiro lugar entre as músicas mais tocadas nos rankings “Top Brasil 2019” e “Top Sertanejo” e Lauana foi a única brasileira a entrar no Top 100 global. 

Já nos rankings das plataformas de streaming, a música alcançou o 4° posição no Spotify e a 5° no Deezer entre as mais executadas no ano.

+++Leia Mais: Dose dupla: Murilo Huff se prepara para a chegada do 1º filho e lançamento de DVD

Polêmica

A letra de "Cobaia" foi alvo de críticas acusando-a de mostrar um relacionamento abusivo de de submissão. “Pego sua toalha para quando você sair do banho. Posso ser a cobaia, pra quando você fizer seus planos” está entre os versos mais criticados. 

Mas Lauana não se afetou com as críticas negativa. Além de afirmar já ter vivido um relacionamento de cobaia e que viveria de novo, aponta que um dos motivos da música ter sido um sucesso foi a relação de identidade que o público sentiu na letra. 

+++Leia Mais: "Nunca tiro meu sorriso do rosto": Jakson Follmann dá exemplo de superação no "Popstar"

“Música é interpretação. Tem pessoas que escutam e tem sentimento de diversão, outras já veem na questão de submissão. É muito subjetivo. Eu, por exemplo, vejo com um olhar de inteligência, em que uma pessoa está a prova de outra pessoa. É muito mais poético do que político”, comentou Lauana

Livre

Nesta sexta, a cantora lançou a primeira fase do novo projeto Livre. Gravado no parque de diversões Hopi Hari, em São Paulo, o DVD traz uma nova versão de Lauana, dando início a nova fase da carreira.

+++Leia Mais: Solteiro, Gustavo Mioto grava DVD e diz que letras são indiretas para outras pessoas

Ligada a energias, a cantora afirma que o nome do projeto está interligado com a liberdade musical, de expressão, participações, local e público, já que os ingressos foram distribuídos gratuitamente.  

“Como tenho influências de vários estilo, o Livre tem uma pluralidade musical muito grande. Por exemplo, tem uma parceria com a banda Maneva que tem a linguagem do reggae, há o momento dos boleros, da pegada latina.”

+++Leia Mais: "Nunca mais nos falamos", diz Luan Santana sobre parceria com Paula Fernandes

“O Livre não tem uma linearidade de música. Quis mostrar a diversidade musical e não estar dentro de uma caixa comum no mercado sertanejo." 

Entre as 16 músicas do álbum, 14 são de autoria de Lauana, que gravou com colegas como Matheus & Kauan, Bruno & Marrone, Fernando Zor e a banda Maneva. “São pessoas que tinham o desejo de participar, quando você força um feat fica difícil da energia da música acontecer”. Segundo a cantora, as escolhas da parceria foram feitas de maneira pessoal.

+++ Leia Mais: Com 1,5 bilhão de views, Simone & Simaria celebra nova fase: 'Nada é mais importante do que a aproveitar a vida'

Por uma estratégia de marketing, o DVD foi dividido em três partes: tarde e noite. Para Lauana, este foi o projeto mais desafiador e ousado da carreira, por ter tido que se dividir entre a organização e a agenda de shows. Neste ano, a cantora realizou cerca de 220 apresentações. 

Para ela, no entanto, a maior felicidade que o DVD trouxe foi a interação com o público.  Cerca 3 mil pessoas marcaram presença, durante um dia de semana para conferir a gravação. 

+++Leia Mais: "Os sertanejos precisam falar mais sobre política", diz Marcos, dupla de Belutti

A cantora não soube informar quando as próximas partes do projeto serão divulgados. 

Planos para o futuro

Lauana afirma que cada projeto da cantora terá característica própria. Os principais planos trabalhar muito, ampliar a imagem na mídia e levar a novas cidades o show, além de continuar a divulgação do DVD Livre.

+++Leia Mais: "Minha mãe foi a única que me apoiou", diz Yasmin Santos sobre carreira musical

Quando o assunto é parcerias, Lauana continuará buscando se renovar musicalmente. Entre os artistas confirmados estão o cantor de axé Léo Santana, o funkeiro Mc Livinho e o rapper Edi Rock.

Assista aos clipes:

 

Siga a @RSCountryBR nas redes sociais e não perca nada do universo country e sertanejo.