Rolling Stone Country
Entrevistas » Hugo Henrique

Quem é Hugo Henrique, o garoto que compôs sofrências para Marília Mendonça e Matheus & Kauan

O jovem compositor também gravou uma participação especial no DVD de Cristiano Araújo

Laís de Lamare Publicado em 19/11/2019, às 07h00

Cantor e compositor Hugo Henrique
Cantor e compositor Hugo Henrique - Foto: Divulgação

Aos 15 anos, Hugo Henrique é uma das referências quando o assunto são as composições de sucesso do sertanejo. Em entrevista à Rolling Stone Country Brasil, ele se divertiu ao lembrar de um episódio curioso com a cantoraMarília Mendonça, que gravou a faixa “Perto de Você”, escrita por ele. “A música fala que 'é melhor aguentar seus gritos', e a Marília brinca que eu estava me referindo dos gritos da minha mãe”, contou.

A brincadeira de Marília faz sentido, afinal não é comum para um pré-adolescente escrever músicas sobre romances, traições ou sofrência. Daí que os gritos só poderiam ser mesmo da mãe de Hugo.

Apesar da pouca idade, a carreira do artista mirim já é longa. Ele começou ainda criança, aos 5 anos, na companhia do irmão Felipe, que o acompanha até hoje. Em 2015, eles montaram a boyband sertaneja Troia que durou um ano.

+++Leia Mais: Com superprodução, Enzo Rabelo cria parque de diversões em show em SP

Pequenininho

Hugo Henrique foi o primeiro da família a tentar carreira musical. Ele começou ouvindo as modas sertanejas no rádio do avô, em Londrina, PR. “A família por parte da minha mãe mora lá. No radinho dele ficava tocando moda sertaneja toda hora e eu ficava do lado escutando. Eu gostava demais da música sertaneja, desde muito pequeno”.

Hugo começou cantando na igreja e depois passou a se apresentar como calouro no quadro Jovens Talentos Kids, no Programa Raul Gil, do SBT. No show de talentos, o cantor mirim se destacou pelas dublagens que fazia. Na ocasião, ele dividiu pela primeira vez o palco com o sertanejo Cristiano Araújo, que morreu em um acidente de carro em 2015.

"Cantei com Cristiano Araújo a música 'Efeitos' quando estava participando do Programa Raul Gil. Eu levei a música dele para cantar e foi minha melhor apresentação."

Inspirações

Hugo contou que algumas das inspirações para as letras profundas e adultas escritas por ele vieram das mensagens que ele leu no WhatsApp do irmão mais velho, Felipe. Hugo aproveitou que o celular não tinha senha e "espionou" as mensagens que o irmão trocava com a namorada. Às vezes, algumas delas serviam como histórias para novas músicas. 

“Quando sai umas músicas meio sofridas e me perguntam de quem é, eu já digo que a história é do meu irmão e mando perguntarem para ele”, brinca.

Mas Hugo não escreve só sofrências. Canções de amor ou que contenham histórias dos chifres na relação, também ganham espaço em seu caderninho de compositor. 

Mas, será que na adolescência, Hugo já sofreu alguma decepção amorosa? "Estou muito focado na minha carreira no momento, e não quero pensar em uma coisa muito séria agora”, disse. E acrescentou: “Todo mundo tem a hora de levar o chifre. As vezes a gente escreve pensando no que a gente ainda vai passar, né?".

Gravações

Além de Cristiano Araújo, Hugo também fez amizades com outros cantores, com Marília Mendonça que, além de "Perto de Você", também gravou "Ausência" de sua autoria. A dupla Matheus e Kauan também gravou um sucesso assinado por ele. A música “Mala”, na voz da dupla, já tem mais de 1 milhão de visualizações no YouTube.

Hugo escreveu também raps e pagodes. O sertanejo Thiago Brava gravou um rap composto por ele. Do pagode, a faixa "É a Hora de Voltar" foi interpretada por Dilsinho. “Eu sempre gostei de compor de tudo. Internacional, romântica, sertaneja, rap e pagode também. O Dilsinho gravar uma música minha foi show demais".

Cristiano Araújo

Hugo cresceu no meio musical. No cenário sertanejo teve como grande referência o cantor Cristiano Araújo e até participou do DVD. “Nesse DVD que eu participei, me ajudou demais na carreira. Muita gente começou a me conhecer a partir dali, do Cristiano Araújo”.

Cristiano deixou muitos conselhos para Hugo. O compositor lembra das palavras com carinho: “Tenho uma gratidão imensa por ele. Não só artisticamente, mas também como pessoa. Ele sempre me deu muitos conselhos. Ele sempre falou que chegaria o momento que estaria bem difícil de conciliar os estudos, mas ele disse para que eu nunca largasse a minha base. Me dizia para nunca deixar minha família de lado, ter humildade sempre, e nunca desistir dos meus sonhos”.

Siga a @RSCountryBR nas redes sociais e não perca nada do universo country e sertanejo.