Rolling Stone Country
Internacional » Maratona com westerns

5 filmes e séries de Velho Oeste contemporâneos para assistir sem os clichês do gênero [LISTA]

As tramas reúnem atuações brilhantes e roteiros envolventes para passar este tempo em isolamento

Seham Furlan Publicado em 02/05/2020, às 18h00

"Django Livre", de Quentin Tarantino
"Django Livre", de Quentin Tarantino - Divulgação

As aventuras dos caubóis que salvam as mocinhas, derrotam inimigos em terras sem lei e duelam com botas de couro e chapéu preto construíram um mito nacional nos EUA que ganha espaço no audiovisual até hoje. Durante a quarentena, rever algumas perspectivas históricas por meio de filmes atuais pode ser uma boa opção para o tempo livre.

+++Leia Mais: Cantora Duffy, voz do hit "Mercy", revela que foi estuprada, drogada e mantida em cativeiro

No século XIX, a ocupação de terras no oeste americano, região conhecida no cinema como Velho Oeste, foi iniciada após a descoberta de ouro na Califórnia. Os pistoleiros não podiam, entretanto, circular com armas por todo canto, eram maus de mira e dizimaram povos indígenas na região. Apesar de serem características recorrentes para os filmes de ação, reunimos 5 filmes e séries modernas que trazem aventuras no Velho Oeste para assistir - ou assistir de novo - e sair dos clichês.

+++ Leia Mais: 7 canções essenciais para começar a ouvir Johnny Cash, o "Homem de Preto"

Django Livre (2012)

Dirigido por Quentin Tarantino, o filme narra a história de Django, um corajoso ex-escravizado que se torna pistoleiro ao lado de Schultz, um caçador de recompensas bem articulado. Na história, Django busca reencontrar a esposa e salvá-la de uma vida de opressão ao lado de um magnata perverso. Em um país dominado por preconceito racial e desigualdades, os parceiros envolvem-se em uma trama emocionante em defesa de valores mais igualitários.


Bravura Indômita (2010)

O filme é narrado pela adulta Mattie Ross, que recorda o assassinato do pai por um ajudante que trabalhava para ele. Mattie, vivida pela atriz Hailee Steinfeld, decidiu, aos quatorze anos, vingar a morte do pai e para isso, contrata um experiente oficial, Rooster Cogburn, para rastrear o assassino. O filme tem um final inesperado, mostrando a coragem cultivada pela garotinha ao longo do filme. O longa é um remake da obra de 1968.


Godless (2017)

A série, original da Netflix, conta a história da cidade de La Belle no faroeste, onde uma tragédia em uma mina levou à morte todos os homens trabalhadores da região. Ou seja, a cidade é majoritariamente administrada por mulheres. Entretanto, o foco da série é o conflito entre um criminoso e o líder de uma gangue de trinta homens, Frank Griffin, e o ex-companheiro traidor, Roy Goode. O último esconde-se no rancho da destemida Alice Fletcher, moradora da pitoresca cidade. Assim a trama desenrola-se e captura o espectador desde o primeiro episódio.

+++ Leia Mais: Florida Georgia Line e Justin Bieber fazem remix country de "Yummy"


Os 8 Odiados (2016)

Também dirigido por  Tarantino, a trama envolve 8 personagens de moral questionável. Tudo começa com um prenúncio de tempestade, quando o carrasco John Ruth transporta a prisioneira Daisy Domergue e cede espaço na carruagem para o caçador de recompensas Marquis Warren e o xerife Chris Mannix. Devido ao clima, os viajantes buscam abrigo no 'Armazém da Minnie', onde quatro outros desconhecidos já estão abrigados. Os viajantes no local começam a juntar os pontos, relembram o passado e descobrem segredos uns sobre os outros. O final é uma pintura fiel do diretor.


Rango (2011)

A única animação da lista não deve ser vista como uma obra de menor qualidade. A história conta a aventura de Rango, um camaleão de cativeiro que, de repente, encontra-se em uma cidade de faroeste: Vila Poeira, uma cidade sem água. Visto como a última esperança para os habitantes da região, o novo Xerife Rango passa o filme tentando desvendar um grande mistério.

Siga a @RSCountryBR nas redes sociais e não perca nada do universo country e sertanejo.