Rolling Stone Country
Internacional » Lançamento

Mickey Guyton fala sobre desigualdade racial em nova canção intimista ‘Black Like Me’

'Se pensa que vivemos na terra dos livres/ Deveria entender o que é ser preta como eu', canta a artista country

Jonathan Bernstein, Rolling Stone Country EUA Publicado em 03/06/2020, às 18h54

Mickey Guyton, cantora country norte-americana
Mickey Guyton, cantora country norte-americana - Reprodução/ Instagram

Mickey Guyton lançou "Black Like Me", uma nova balada íntima no piano que aborda a jornada da cantora navegando enquanto mulher norte-americana, parte da indústria da música country e mulher preta.

+++ Leia Mais: Lil Nas X, artista country americano, apoia manifestação 'Black Cowboys Matter' no Texas: 'Chegou a hora'

Guyton co-escreveu a música com o co-produtor Nathan Chapman, Emma Davidson-Dillon, e Fraser Churchill. O refrão melancólico da música enfatiza bastante a desigualdade racial nos Estados Unidos: "É uma vida difícil em ruas fáceis / Apenas cercas pintadas de branco até onde você pode ver", canta Guyton. "Se você pensa que vivemos na terra dos livres / Deveria tentar ser preta como eu".

+++ Leia Mais: Saiba como Yola transcende gêneros musicais ao resgatar as raízes negras da música country norte-americana [ANÁLISE]

"Essa música foi um momento de Deus", tuitou Guyton após o lançamento. “Ele colocou no meu coração para escrever. Pensei que era para curar meu coração, mas agora percebo que é para curar todos os corações. "

A nascida no Texas, aos 36 anos, lançou uma série de singles antes do tão esperado álbum de estréia, que ao longo da década foi adiado por uma luta entre Guyton e a gravadora, Capitol Nashville, sobre como apresentá-la como um artista.

+++ Leia Mais: Como Kacey Musgraves desafia o conservadorismo do country americano e ganha espaço na indústria [ANÁLISE]

"Eles acabaram mexendo com minha arte, porque eu estava tentando me encaixar nesse molde que pensei que eles queriam", disse ela ao Los Angeles Times no início deste ano. Eventualmente, ela disse, "Todo o meu pensamento passou de mim apenas cantando sobre meus relacionamentos para então apenas cantando sobre ser uma mulher negra na música country". 

Na tarde de terça-feira, Guyton participará de um painel virtual intitulado "Uma conversa sobre ser afro-americana na indústria musical de Nashville", apresentado pela Middle Tennessee State University (MTSU).

Confira:

Siga a @RSCountryBR nas redes sociais e não perca nada do universo country e sertanejo.